skip to main content

Com os negócios a crescer  rapidamente num setor de atividade em que as disrupções estão-se a tornar comuns, é vital contratar e formar as pessoas certas, no momento certo e no lugar certo.

Anteriormente, a gestão  da força de trabalho visava a eficiência e o melhor retorno do  investimento, mas surgiram outros fatores. As rápidas mudanças nas tecnologias, o crescimento dos meios de comunicação digitais e a digitalização das indústrias, os novos modelos de negócios, a evolução do comportamento dos clientes e as condições económicas desafiadoras, desempenham um enorme papel na maneira como operamos.

 

É imperativo que contratemos os melhores colaboradores: aqueles que sabem o que precisam fazer na sua função e estão bem preparados para lidar com as inconstantes exigências do mercado de seguros e de uma organização em rápido crescimento.

 

Vi inúmeros desenvolvimentos nessa área e sempre me esforcei por indicar as melhores pessoas. Garanto continuamente que a minha equipa evite a estagnação e que como um todo a organização permaneça competitiva. Isso envolve a constante identificação das competências core  que fornecem impacto positivo no desempenho dos negócios além da sua replicação para  liberar o potencial da força de trabalho.

 

Para garantir que os colaboradores  tenham as competências principais necessárias para o sucesso dos negócios, há 5 principais áreas de enfoque:

 

1. Reconheça os pontos fortes e fracos de seus colaboradores em geral

Compreenda os seus colaboradores atuais – as suas competências e conhecimentos, tanto singulares como coletivos,  que estejam a afetar o desempenho da equipa e do negócio. Use volumes de vendas, avaliações  de desempenho, gestão de qualidade e  anos de serviço para analisar e fornecer benchmarks eficazes.

2. Quais são os seus objetivos?

Quais são as metas e objetivos da equipa e da organização? Ao garantir que você e a sua equipa compreendem os  seus objetivos ajudará a impulsionar e direcionar o desempenho. A análise permitirá identificar os fatores necessários para alcançar os resultados desejados e detectar áreas onde eles não estão a ser  cumpridos de maneira eficaz.

3. Estabeleça uma conexão entre o que  tem e o que deseja

Compreenda o elo entre as competências e o conhecimento dos colaboradores e os seus melhores resultados de negócios. Compare-os com as metas e objetivos organizacionais. Em seguida, identifique as lacunas e acorde métricas de desempenho adequadas que visem cumprir essas metas e objetivos.

4. Encontre e preencha lacunas

Compare individualmente os colaboradores  através de métodos de análise eficazes. Descubra as falhas nas competências e destaque as tendências dos talentos e as melhorias relacionadas com os objetivos dos negócios. Compreender os seus resultados  ajudará a formular qual o desenvolvimento necessário. Em vez de formação generalista, a formação específica  pode proporcionar um maior retorno do investimento. Se  precisar de um novo colaborador, contrate um candidato com as competências certas para preencher as lacunas encontradas.

5. Analise e aperfeiçoe-se

Realize regularmente medições e análises a longo prazo. Isso permite concretizar  ações relevantes e focadas e mantém um desempenho positivo. As empresas podem investir constantemente nas áreas certas, com base em padrões de melhoria medidos e verificados, focados e repetíveis, em vez de esperar para perceber as áreas de necessidade.

 

A otimização do desempenho e do recrutamento deve ser uma prática contínua, não uma iniciativa esporádica. À medida que os indivíduos melhoram, também melhora o desempenho organizacional.

 

Se acreditamos que os nossos colaboradores são o fator mais importante para impulsionar o sucesso nos negócios, precisamos de garantir que todos na organização continuem a ser a pessoa certa, no momento e no lugar certo.

Todo o conteúdo deste material é apenas para fins de informação geral. Não constitui aconselhamento pessoal ou recomendação a qualquer indivíduo ou empresa de qualquer produto ou serviço. Por favor, consulte a documentação da política emitida para todos os termos e condições de cobertura.

Chubb European Group SE, Segurador com sede social em La Tour Carpe Diem, 31 Place des Corolles, Esplanade Nord, 92400 Courbevoie, France, sociedade registada em Nanterre, sob o número RCS 450 327 374, com capital social de  €896,176,662, regida pelas disposições do Código de Seguros Francês, atuando através da sua Sucursal em Portugal, denominada “Chubb European Group SE – Sucursal em Portugal”, com sede  na Avenida da Liberdade 249, 3º Piso, 1250-143 Lisboa, matriculada na Conservatória do Registo Comercial sob o número único de matrícula e pessoa coletiva 980 350 964, supervisionada pela Autorité de Contrôle Prudentiel et de Resolution (ACPR) 4, Place de Budapest, CS 92459, 75436 PARIS CEDEX 09 e pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões com o código n. 1173.