Para uma melhor experiência no site, recomendamos o uso de um navegador diferente.
A utilização do Internet Explorer pode impedir que você acesse o site Chubb.com e alguns recursos podem não funcionar como esperado.

X
skip to main content

Seguro empresarial: o que é e qual sua importância?

O empreendedorismo é uma atividade cada vez mais relevante no cenário econômico brasileiro. Seja para aplicar um conhecimento técnico, aproveitar a competência como gestor ou ainda para realizar um projeto visionário, cada vez mais pessoas se lançam no desafio de criar e de administrar um negócio no país. Diferentemente do que acontece em mercados mais maduros, no entanto, o empreendedor brasileiro nem sempre se preocupa em fazer uma avaliação de risco detalhada, a fim de garantir que imprevistos não coloquem por terra tudo aquilo que seu plano de negócio e seu planejamento estratégico projetaram.

Por conta dessa desatenção, muitos projetos promissores são interrompidos e deixam de gerar empregos e renda por conta de incidentes previsíveis, como um incêndio ou um acidente com clientes ou funcionários, por exemplo. Por não estarem no radar dos gestores, é comum esses tipos de ocorrência tornarem-se barreiras intransponíveis para os negócios, por conta das despesas extras geradas. Felizmente, de alguns anos para cá esse cenário vem se transformando e uma parcela cada vez maior de pequenas e médias empresas passam a adotar como prática recorrente a contratação de seguros empresariais.

Essa tendência tem sido observada especialmente nos segmentos de seguro patrimonial e de responsabilidade civil. No primeiro grupo estão os produtos voltados a proteger o patrimônio da empresa contra, por exemplo, incêndio, queda de raio e explosão ou mesmo roubo e furto. Já os seguros de responsabilidade civil ou de RC, como são conhecidos no mercado, oferecem proteção contra perdas geradas pela obrigação imposta à empresa pela Justiça de pagar indenizações para reparação de danos involuntários provocados a terceiros.

Algumas apólices de riscos patrimoniais disponíveis no mercado, como é o caso do Seguro para PMEs da Chubb, permite a contratação de cobertura para RC. No momento da contratação, no entanto, é preciso avaliar se os limites oferecidos nesse tipo de solução são adequados às necessidades de sua companhia. Embora essas apólices cubram uma parte importante dos riscos, dependendo das especificidades do negócio, muitas vezes é preciso ir além para deixar sua empresa protegida de perdas relevantes.

Mas antes de entrarmos nesses tema, vale reforçar alguns conceitos. A começar pela própria definição de seguro empresarial. Diferentemente do que muitos imaginam, o termo se refere a uma ampla gama de produtos oferecidos pelo mercado segurador para proteção de empresas de forma geral contra riscos atrelados a suas operações. Se sua empresa já tem uma apólice contra riscos patrimoniais e de RC, essa já é uma boa notícia. No entanto, é possível enriquecer essa proteção com diversas outras modalidades disponíveis, de acordo com as características específicas do negócio.

A seguir, estão detalhados alguns dos riscos potenciais mais comuns no mundo corporativo e que seu corretor de seguros pode ajudá-lo a identificar. Esse cuidado é importante para que sua empresa possa se recuperar após a concretização de um risco coberto. Lembre-se de que as apólices e garantias disponíveis no mercado podem variar amplamente. Por isso é sempre importante revisar suas opções de cobertura regularmente.

Riscos atrelados à execução das atividades de sua empresa -
Com as transformações nas relações de trabalho provocadas, entre outros fatores, pela mudança tecnológica, é importante avaliar a exposição de sua empresa a riscos de processos trabalhistas. Com mais pessoas trabalhando em home office e novas exigências relacionadas ao cuidado com a saúde e segurança dos que atuam nos espaços da companhia, é importante rever políticas e procedimentos capazes para evitar o risco de um funcionário vir a questionar a empresa na Justiça, com base em alegações de, por exemplo: assédio sexual, discriminação, rescisão indevida, quebra de contrato de trabalho, avaliação negligente, falha ao empregar ou promover e punição injusta.

Integrantes da estrutura de gestão da empresa também estão em risco. Diretores e executivos podem ser processados na pessoa física por funcionários, fornecedores, concorrentes, investidores, clientes ou outras partes, por atos ilícitos reais ou alegados na administração da empresa.

Para reduzir a exposição a esses riscos, consulte seu corretor sobre os seguinte produtos:

  • Seguro de Responsabilidade Civil do Empregador - cobre a responsabilidade civil da empresa por danos corporais sofridos por empregados ou prepostos durante o expediente ou no trajeto de ida e volta ao trabalho (neste caso, desde que a viagem seja feita em veículo contratado pela empresa segurada)
  • Directors and Officers (D&O) – protege o patrimônio pessoal dos executivos e diretores da sua empresa caso sejam processados por atos ou omissões relacionados à realização de suas atividades profissionais.

Erros e omissões - Especialmente no caso das empresas prestadoras de serviços, há uma chance de um cliente reclamar da qualidade da entrega ou ainda alegar que um erro ou fornecimento de informações incorretas impôs a ele perdas financeiras. Se sua empresa for processada por um cliente por danos financeiros reais ou alegados, um seguro contra omissões e erros profissionais pode ajudar a cobrir os custos. Portanto, considere adicionar um seguro de Responsabilidade Profissional ou de Erros e Omissões (E&O) em sua carteira para ajudar a proteger sua empresa contra reclamações diretamente relacionadas a seus serviços profissionais.

Lucros cessantes -
Se sua empresa sofrer um dano físico e precisar fechar uma parte ou toda a sua operação, você pode perder receita, além de incorrer em despesas adicionais, como custos de realocação, por exemplo, na hipótese de ter de mudar a companhia para outro local, por conta do incidente. 

Para fazer frente a despesas operacionais como folha de pagamento, pagamento de aluguel e impostos, entre outras, e à perda de receita por conta de um dano físico que leve à paralisação total ou parcial das operações da empresa, é importante avaliar a inclusão da cobertura de lucros cessantes a sua apólice de seguro patrimonial.

Riscos cibernéticos -
Notícias de violações de banco de dados e ataques cibernéticos a grandes empresas estão cada vez mais frequentes, mas as pequenas e médias corporações também são alvos potenciais de quadrilhas de cibercriminosos. Elas buscam vulnerabilidades e empresas com recursos de TI limitados podem estar mais expostas do que imaginam. Se você tem equipe, o risco é ainda maior, porque cada funcionário é uma porta em potencial para tentativas de invasão de sistemas.

Considere adquirir uma apólice contra riscos cibernéticos para ajudar a lidar com as questões de violações de privacidade, segurança de rede, resposta a incidentes e responsabilidade por divulgação de informações pessoais.

Quebra de máquinas -
Os avanços na tecnologia levaram muitas empresas a confiar em equipamentos cada vez mais sofisticados. Se sua empresa é uma delas, considere o que aconteceria no caso de quebra de um sistema mecânico ou elétrico e o impacto resultante em sua operação. Você pode perder recursos valiosos necessários para a produção dos bens que planeja vender.

Para fazer frente a esse risco, considere contratar uma cobertura contra quebra de máquinas, a fim de ter acesso aos recursos necessários a uma rápida retomada após uma perda coberta.

Alagamentos -
Os alagamentos podem acontecer a qualquer hora e em qualquer lugar, até mesmo em localidades fora de uma área classificada como de alto risco para esse tipo de ocorrência. Por isso, é importante saber que muitas apólices de riscos patrimoniais não oferecem garantia contra alagamentos. Portanto, avalie com seu corretor a apólice de riscos patrimoniais da empresa e, se for caso, peça um levantamento das opções para cobertura disponíveis no mercado. 

Viagens ao exterior
- Se você ou seus funcionários viajam ao exterior a trabalho, é importante avaliar as coberturas para os riscos relacionados a essas viagens. Por exemplo, como você poderia ajudar um funcionário no caso de uma emergência médica fora do país ou que perdeu um passaporte ou precisou sair de uma região por conta de um levante político? Para atender a essas demandas, considere contratar um seguro de viagem que inclua assistência médica de emergência, substituição de documentos e ofereça acesso a relatórios locais de diversos países e alertas de viagens.

Esses são alguns dos riscos para os quais vale dedicar atenção e analisar a exposição de sua empresa. Independentemente do tipo de negócio que você dirige, é sempre importante falar com seu corretor e ter certeza de que sua empresa está devidamente segurada, para que possa se concentrar em atingir as metas e manter tudo funcionando, mesmo se algum problema ocorrer.

Este documento é de natureza consultiva e é oferecido como um recurso a ser usado junto com seus consultores profissionais de seguros na manutenção de um programa de prevenção de perdas. É apenas uma visão geral e não se destina a substituir a consulta com seu corretor de seguros ou aconselhamento jurídico, de engenharia ou outro profissional.

Chubb é o nome de marketing usado para se referir às subsidiárias da Chubb Limited que fornecem seguros e serviços relacionados. Para obter uma lista dessas subsidiárias, visite nosso website em www.chubb.com. Seguro fornecido pela ACE American Insurance Company e por suas afiliadas nos Estados Unidos da Chubb. Todos os produtos podem não estar disponíveis em todos os estados. Esta comunicação contém apenas resumos do produto. A cobertura está sujeita ao idioma das apólices efetivamente emitidas. Seguro de linhas excedentes vendido apenas através de produtores licenciados de linhas excedentes. Chubb, 202 Hall's Mill Road, Whitehouse Station, NJ 08889-1600.