Para uma melhor experiência no site, recomendamos o uso de um navegador diferente.
A utilização do Internet Explorer pode impedir que você acesse o site Chubb.com e alguns recursos podem não funcionar como esperado.

X
skip to main content

O setor de serviços e o de comércio varejista foi o mais afetado pela pandemia do novo coronavírus. Os protocolos de distanciamento social, com limite de pessoas em circulação dentro de um estabelecimento e a queda de consumo gerada pela redução das atividades econômicas também atingiram um dos segmentos mais vibrantes do comércio – o setor de panificação. Não é difícil encontrar, especialmente em São Paulo, estabelecimentos que passam de pai para filho e se tornam o ganha pão de diferentes gerações. O problema é que a longevidade desses estabelecimentos está posta à prova na atual crise sanitária.

O Brasil conta com aproximadamente 63,2 mil padarias das quais a grande maioria – cerca de 60 mil – é composta por micro e pequenas empresas. Num cenário de retração econômica e de consumo, os empresários do setor devem estar atentos a todos os detalhes que podem afetar o negócio, pois o risco de amargar prejuízos cresce nessas situações.

De acordo com Marcus Casadei, gerente do segmento PME da Chubb, as padarias, como todas as pequenas e médias empresas, enfrentam um desafio adicional em tempos de crise. “Em grande parte dos casos, além de disputarem a atenção do consumidor e uma fatia de mercado na região onde atuam, as padarias têm acesso restrito a recursos para financiamento e expansão dos negócios”, afirma Casadei. Por isso, prossegue ele, um incidente ou qualquer fator que leve a uma perda de receita pode ser decisivo para o futuro da operação. “Contar com coberturas de seguros bem alinhadas à realidade do estabelecimento pode custar muito menos do que o empreendedor imagina e é um fator primordial para a perenidade do negócio”, acrescenta o gerente de PME da Chubb.

Casadei esclarece que a Chubb disponibiliza produtos que oferecem garantias para riscos próprios desses locais, como roubo de valores e danos a equipamentos.  O leque inclui coberturas específicas, para proteção de bens materiais e voltados para clientes e funcionários, além de serviços de assistência 24 horas que se encaixam de forma adequada num empreendimento como a padaria. “Em um momento econômico tão crítico como o que estamos passando, com muita dificuldade de acesso a recursos e com fluxo de caixa reduzido, é importante o pequeno empresário pensar na gestão de risco como um todo”, ressalta Casadei.

Segundo ele, a cobertura do seguro numa padaria deve ser encarada pelo empreendedor como uma necessidade básica, semelhante ao que o dono de um veículo tem sobre a percepção de risco de seu carro. “Quem possui uma apólice de seguro alinhada com o tamanho e a atividade do seu negócio, tem a tranquilidade de que, havendo um imprevisto que esteja coberto, o impacto é muito menor. “diz.

O seguro oferecido pela Chubb mais procurado pelos donos de padaria é o Seguro Empresarial, que possui as coberturas Patrimoniais e de Responsabilidade Civil. “O seguro Empresarial Patrimonial cobre o bem físico do estabelecimento, em caso de incêndio, raio, explosão e danos elétricos, enquanto a cobertura de responsabilidade civil tem como principal objetivo respaldar possíveis danos corporais ou materiais, causados de maneira não intencional a terceiros enquanto estiverem no estabelecimento comercial. diz. Há uma série de opções que podem ser incorporadas na apólice, como quebra de vidros e anúncios luminosos, deterioração de mercadoria e roubo de valores “O importante é o cliente ter a certeza de que dispõe de um leque de opções para poder tomar uma decisão quanto ao tipo de cobertura que deseja contratar”, explica.

Casadei destaca um problema de segurança corriqueiro em muitas grandes cidades brasileiras, em especial em épocas de crise – os assaltos. Há dois anos, parte das cerca de 6 mil padarias na Região Metropolitana de São Paulo deixou de vender cigarros no caixa por causa do elevado número de assaltos realizados com foco nesse produto, facilmente comercializado no mercado paralelo.

“Às vezes, quando um dono de padaria sofre um assalto, perde não só o estoque de produtos, mas também a TV de 60 polegadas, o computador do caixa e outros equipamentos importantes para o negócio. Nesses casos, é comum ele se ver na situação de simplesmente não conseguir operar, pois não tem recursos para repor o que foi levado”, avisa. “O mesmo ocorre numa situação inesperada, como um curto-circuito na parte elétrica do estabelecimento seguido de incêndio: se não tiver seguro, é bem provável que ele tenha dificuldades para retomar as atividades do estabelecimento”, afirma.

O gerente de PMEs ressalta que também é importante pensar além dos prejuízos materiais do estabelecimento. “Caso um cliente ou um funcionário caia e se machuque ou se, por exemplo, parte do teto da padaria desabe e atinja uma pessoa; a cobertura de Responsabilidade Civil fará frente às possíveis despesas com hospital ou até indenizações, na hipótese de o caso ir parar na Justiça”, explica

O objetivo é reembolsar o segurado até um determinado valor máximo contratado das quantias pelas quais a padaria vier a ser responsável civilmente. Neste caso, a indenização é paga após sentença judicial definitiva ou depois de acordo extrajudicial autorizado pela seguradora, relativas a reparações por danos morais e ou físicos involuntários causados a terceiros.

As garantias de Responsabilidade Civil devem ser avaliadas com atenção. “Os donos de padarias nunca imaginam que acidentes desse tipo possam ocorrer”, diz Casadei. “O ponto crítico é quando um incidente causa um ferimento grave, que exija internação hospitalar, ou gera um prejuízo material elevado; na prática, o dono do estabelecimento corre o risco de se ver obrigado a fechar as portas para pagar o prejuízo”, acrescenta.

Prevenção contra perdas

Além de coberturas alinhadas à realidade de cada empresário, o seguro da Chubb oferece serviços capazes de ajudar a evitar perdas e gastos desnecessário. Com a assistência 24 horas é possível contar com profissionais especializados para realização de manutenção de equipamentos. Isso é importante, pois quando um aparelhamento relevante quebra – uma geladeira ou uma coifa, por exemplo –, pode paralisar as atividades da padaria.

 “Nas apólices da Chubb, o segurado conta com um diferencial interessante em relação à concorrência”, diz Casadei. “Normalmente, os serviços de assistência disponíveis no mercado são acionados para consertar o equipamento depois que ocorre o problema; além desse serviço, a Chubb oferece uma análise e vistoria preventivas: limpamos a coifa uma vez por ano dentro da apólice, por exemplo”, acrescenta.

Segundo ele, a vantagem é evitar o que interessa ao dono da padaria: que ocorra o problema e isso afete o atendimento aos clientes, causando prejuízos, com a falta de um produto ou até pela necessidade de fechamento temporário do estabelecimento. “A padaria corre menos risco de parar de produzir por conta da quebra de um equipamento importante”, esclarece.

A assistência de 24 horas, neste sentido, acaba atuando como forma de amenizar ou até mesmo evitar o uso de outra cobertura adicional oferecida, a de lucros cessantes – que é acionada em situações mais complexas, quando a padaria é obrigada a fechar as portas temporariamente ou sofre prejuízos por causa de algum sinistro previsto em contrato, como explosão, quebra de máquinas ou inundação.

“Pelos exemplos citados, é possível notar que a frequência e os tipos de sinistros vão além do que o empreendedor imagina”, diz Casadei. “Neste sentido, o seguro deve ser visto como investimento, e não como custo. Infelizmente muitos empresários só se dão conta disso depois de serem surpreendidos por uma ocorrência”, finaliza o gerente de PMEs da Chubb.

Este documento é de natureza consultiva e é oferecido como um recurso a ser usado em conjunto com seus consultores profissionais de seguros na manutenção de um programa de prevenção de perdas. É apenas uma visão geral e não se destina a substituir a consulta com seu corretor de seguros ou aconselhamento jurídico, de engenharia ou outro profissional. Chubb é o nome de marketing usado para se referir às subsidiárias da Chubb Limited que fornecem seguros e serviços relacionados. Para obter uma lista dessas subsidiárias, visite nosso website em www.chubb.com. Seguro fornecido pela ACE American Insurance Company e por suas afiliadas nos Estados Unidos da Chubb. Todos os produtos podem não estar disponíveis em todos os estados. Esta comunicação contém apenas resumos do produto. A cobertura está sujeita ao idioma das apólices efetivamente emitidas. Seguro de linhas excedentes vendido apenas através de produtores licenciados de linhas excedentes. Chubb, 202 Salão & Moinho Road, Whitehouse Station, NJ 08889-1600.