Para uma melhor experiência no site, recomendamos o uso de um navegador diferente.
A utilização do Internet Explorer pode impedir que você acesse o site Chubb.com e alguns recursos podem não funcionar como esperado.

X
skip to main content

Com mais de 50 anos no mercado segurador, este corretor só se tornou independente em 2015, e desde então não parou de colher sucessos, graças à paixão que coloca no seu trabalho e aos valores que o orientam: responsabilidade, integridade, qualidade, paciência e respeito com fornecedores e clientes.

Aos 64 anos, João Martins, dono da Soul Brokers, com sede em São Paulo – onde também trabalham a mulher e um dos dois filhos, além de uma dezena de colaboradores – tem mais de 50 anos no mundo dos seguros. No entanto, foi somente em 2105 que ele ousou dar o grande passo de se tornar independente, depois de trabalhar por várias décadas nas áreas de seguros de dois bancos conhecidos em seu país: Itaú e Bradesco.

Hoje ele só pode se orgulhar de tudo o que conquistou. Martins nasceu em uma família pobre, para a qual foi obrigado a trabalhar na adolescência para pagar seus estudos. Começou como assistente comercial e administrativo e aos poucos se apaixonou por esse mercado. “Comecei casualmente e depois adorei. No seguro eu nasci de novo como pessoa e também encontrei minha esposa, duas coisas que fiz certinho”, comenta. 

De acordo com seu ponto de vista, o seguro não só protege os ativos, mas também permite que seu país cresça em terreno firme e protegido.

Mas não é só esse trabalho social que o motiva. Para Martins, o mais atrativo de trabalhar no mercado segurador é que ele oferece uma fonte permanente de aprendizado, tornando a venda um trabalho muito divertido. Por meio da comercialização de seguros para empresas, diz ele, aprende-se sobre o funcionamento de diversos mercados, desde a aviação e transporte de cargas até a saúde e o mundo automotivo. Além disso, acrescenta, este trabalho permite também conhecer estes mercados por vários ângulos, desde o jurídico ao operacional. "É uma oportunidade de ver o mundo", diz ele com entusiasmo. 

Embora trabalhe com todos os tipos de seguros, este corretor tem se especializado nas áreas de transporte, propriedade e responsabilidade civil. Apesar de ser uma empresa jovem que nasceu sem clientela própria, rapidamente começou a colher resultados e o sucesso foi imediato. Nesse caminho, trabalhar com a Chubb, cuja área comercial o surpreendeu para sempre, tem sido importante para Martins. Desde 2017, a empresa é sua principal seguradora, principalmente na área de transporte, onde a Chubb possui grande expertise. 

“No Brasil, muitas seguradoras focam em grandes clientes, mas não somos uma grande empresa. O que vimos é que a Chubb tem muitas ferramentas para oferecer a um escritório do tamanho do nosso. Eles nos tratam com amor e respeito. Se temos algum tipo de problema, eles estão lá para me ajudar a resolvê-lo”, diz. 

“Na Chubb, eles nos tratam com amor e respeito. Se tivermos algum tipo de problema, eles estão lá para me ajudar a resolvê-lo”.

Martins atribui seu rápido sucesso principalmente aos valores e princípios que norteiam seu trabalho: responsabilidade, integridade, qualidade, paciência e respeito aos fornecedores e clientes. Para colocar esses princípios em prática, preocupa-se com:

 

  • Buscar a fidelização de clientes e fornecedores através de um trabalho sério e honesto. Isso implica tratar a todos igualmente, independentemente de serem grandes companhias ou pequenas e médias empresas. “Em muitas grandes empresas, o líder vai à primeira reunião, mas nas seguintes vai o assistente. Esta é uma oportunidade para uma empresa como a minha, onde todos os funcionários são especializados e treinados para fazer grandes negócios.”
  • Escolha colaboradores apaixonados pelo seu trabalho. Isso, diz Martins, é um grande desafio no momento. “No Brasil tem muita gente procurando trabalho, mas na verdade não quer trabalhar, só quer ganhar um salário. É difícil encontrar alguém que se comprometa de verdade", explica.
  • Cuide dos colaboradores. “Sou exigente, mas quando contrato é raro perder um funcionário. Eu cuido de retribuir seu compromisso avaliando seu desempenho com seriedade e dando bônus quando eles merecem”.
  • Aproveite as novas tecnologias. “Utilizamos todas as ferramentas tecnológicas que a Chubb disponibiliza, por exemplo, para calcular apólices, e temos softwares que nos auxiliam na administração do escritório. Entendemos que as tecnologias são uma ajuda inestimável, mas que jamais substituirão o valor da venda direta com o cliente”.